MCCQE1 – Entendendo a 2a etapa da revalidação do diploma

MCCQE1

Dando continuidade aos posts sobre as provas de revalidação do diploma médico no Canadá, hoje falaremos sobre o MCC Qualifying Examination part 1.

O MCCQE1 é uma prova que avalia a competência dos candidatos que obtiveram o diploma médico. Ela deve ser feita tanto por médicos formados no Canadá quanto por médicos estrangeiros que querem revalidar o diploma. O MCCQE1 e o MCCQE2 são necessários para obter a licença médica do Conselho Médico do Canadá (LMCC). Para fazer o MCCQE1, os pré-requisitos são: ter feito a verificação da origem do diploma (“Source of Verification Request”) na plataforma do Physicians Apply e ter sido aprovado no MCCEE.

Essa prova é feita no computador durante um dia inteiro; na parte da manhã são feitas 196 questões de múltipla escolha num período de três horas e meia. Das 196 questões, 144 são pontuadas, e 52 são questões-piloto que estão sendo aplicadas pela primeira vez. De acordo com estatísticas de acerto, será decidido se essas 52 questões serão pontuadas ou não. O candidato não sabe quais são as questões-piloto. Geralmente 80-90% dessas 52 questões acabam sendo computadas. Para cada questão acertada ganha-se um ponto. Em caso de resposta incorreta, o candidato não pontua, e nem perde pontos.

Na parte da tarde são realizadas questões discursivas baseadas em tomadas de decisão clínica. Essa parte discursiva tem duração máxima de quatro horas e é composta por 40-60 casos, cada um com uma a cinco questões relacionadas, totalizando aproximadamente 80 questões. Destas, 65 são pontuadas, e as outras 15 questões são experimentais, não entrando na pontuação final. Assim como ocorre na primeira prova, os candidatos não sabem quais questões pontuam ou não. Na prova discursiva, cada questão pontua no máximo um ponto. Algumas questões, como aquelas que incluem quatro elementos corretos, permitem que os candidatos recebam pontuação parcial, como por exemplo 0.25, 0.5, 0.75 e 1. Nessa etapa da tarde os candidatos serão testados em relação à elucidação de casos clínicos, pedido de exames complementares, diagnóstico e prescrição. Lembrando que algumas vezes podem existir diferentes condutas em relação ao que aprendemos no Brasil, principalmente em relação a tratamento, e que eles costumam pedir detalhes.

Os temas cobrados nas duas etapas incluem clínica médica, pediatria, G.O., cirurgia, psiquiatria, saúde da população e aspectos legais, éticos e organizacional da medicina. Acesse a página do MCC para maiores informações e modelos de questões. 

O resultado final é calculado combinando a quantidade de acerto das questões múltipla escolha e discursivas, e é reportado numa escala que atualmente varia entre 50 e 950. Essa escala é reavaliada a cada 3-5 anos, e a última atualização foi feita em 2015. Sua média atual é de 500 com desvio padrão de 100. Isso quer dizer que se um candidato recebeu 600 pontos, seu nível está um desvio padrão acima da média. A partir de 2015, a nota de corte passou a ser 427. Qualquer nota acima disso aprova o candidato. Só por curiosidade, antes de 2015, a nota de corte era 390. A próxima mudança está prevista para 2018. Atualmente, se o candidato não atingiu a nota mínima, ele poderá refazer a prova quantas vezes forem necessárias até atingir a nota de corte. Mas uma vez aprovado, não poderá refazer a prova para tentar uma nota maior. Entretanto, a partir de janeiro de 2018 o candidato só poderá fazer o MCCQE1 no máximo quatro vezes. Os testes realizados antes de janeiro de 2018 não serão considerados nessa conta.

Diferente do MCCEE, o MCCQE1 só pode ser realizado no Canadá. Normalmente são oferecidas duas vezes ao ano, na primavera (abril-maio) e no outono (outubro-novembro). Para as provas no início do ano as inscrições se encerram no comecinho de janeiro; para as provas do final do ano as inscrições são em maio. A taxa de inscrição atualmente custa 1030 dólares canadenses, e a inscrição é feita através da plataforma Physicians Apply. A opção para aplicar pro MCCQE1 só estará disponível nos períodos específicos citados anteriormente, e somente se o candidato preencher todos os pré-requisitos.

A prova pode ser feita em inglês ou francês em qualquer um dos centros. Contudo, o suporte técnico e pessoal pode se limitar a determinada língua, dependendo do centro. Em Ottawa e Montreal, o suporte é nas duas línguas; em Quebec e New Brunswick, apenas em francês; nas demais províncias apenas em inglês.

O site do MCC oferece questões demonstrativas tanto da parte múltipla escolha quanto da parte discursivaVale a pena conferir, para você começar a ter contato com o software usado. Eles também oferecem 3 versões diferentes de um teste online (Self Administrated Qualifying Examination Part 1 – SAE-QE1) que auxiliam o candidato a avaliar seu nível de preparo para a parte de múltipla-escolha da prova.

Cheque no site do MCC o material de referência para estudo da prova e boa sorte!

Fonte: http://mcc.ca/examinations/mccqe-part-i/

 

6 comentários em “MCCQE1 – Entendendo a 2a etapa da revalidação do diploma

Adicione o seu

    1. Obrigada, Leandro, e mil desculpas pela demora em responder.
      O pessoal costuma usar o banco de questoes canadense (Canada Qbank), o Toronto Notes (uma biblia com resumo de tudo), e tb recomendam usar o material para as provas americanas: banco de questoes U World (step 2) e material pro USMLE step 2.

      Curtir

    1. Raphaela, acredito que sim, mas eu nunca procurei a respeito… muita gente estuda pelo material americano (USMLE step 2). Tem umas video-aulas do Kaplan (tb americano) que dizem que ajuda bastante… fica a dica.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: