REVALIDAÇÃO DO DIPLOMA NO CANADÁ – INFORMAÇÕES BÁSICAS

O Medical Council of Canada (MCC) é o órgão responsável, entre outras coisas, pelo processo de revalidação do diploma médico no Canadá.

O primeiro passo para quem deseja iniciar o processo de revalidação do diploma médico é se cadastrar no Physicians Apply (https://portal.physiciansapply.ca). Uma vez enviados os documentos, eles serão revisados e validados. Você receberá um número para autorização dos testes, e aí você poderá dar início às etapas da revalidação.

revalidando o diploma

Atualmente a 1a etapa é o exame de avaliação MCCEE (Medical Council of Canada Evaluation Examination), que consiste em 180 questões de múltipla escolha abrangendo diversos assuntos da Medicina: saúde materno-infantil, saúde do adulto, saúde mental, saúde populacional e ética. Essa prova pode ser feita online; no Brasil existem 6 centros onde a prova pode ser realizada: Brasília, Belo Horizonte, Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro e Recife.

Se não atingir a nota mínima, você pode refazer a prova quantas vezes for necessário. Mas uma vez que você tenha tirado a nota mínima, você não pode mais refazer. Essa nota vai te acompanhar pelo resto da vida. Uma vez aprovado no MCCEE você pode dar continuidade ao processo.  

A 2a etapa de revalidação é o Exame de Qualificação parte 1 (MCCQE1). É uma prova que todos os médicos que desejam obter uma licença médica no Canadá devem fazer, inclusive os que se formaram no Canadá. É necessário ser feito por aqueles que desejam entrar na residência médica, seja o médico imigrante ou canadense. Esse teste avalia conhecimento teórico, habilidades clínicas e atitudes de acordo com os objetivos do MCC. Ele dura um dia inteiro, e é  composto por 196 questões de múltipla escolha e algumas questões discursivas.

A 3a etapa é o Exame de Qualificação parte 2 (MCCQE2). É a última fase de testes para quem deseja obter uma licença para atuar como médico no Canadá, e só pode ser feita por quem passou no MCCQE1. É um teste com dois dias de duração, com uma série de estações onde serão avaliadas as habilidades clínicas, o conhecimento teórico e questões éticas. As áreas de avaliação incluem clínica médica, pediatria, GO, Medicina Preventiva e Saúde Comunitária, Cirurgia e Psicologia. Podem fazer o MCCQE2 os médicos que estão no 2o ano da residência médica, ou em ano superior. Uma vez atingida a nota mínima, o teste não pode ser refeito visando obter uma nota maior.

Se você deseja se candidatar a uma vaga de residência médica no Canadá, você precisará fazer o NAC (National Assessment Collaboration). É uma prova prática que inclui uma série de estações onde o candidato se depara com vários cenários clínicos nas áreas de clínica médica, pediatria, GO, cirurgia e psiquiatria. Essa prova não é necessária para obter a licença para atuar como médico no Canadá, mas ela é essencial para quem quer aplicar para a residência médica. Entretanto, o fato de você ser aprovado nesse teste não garante uma vaga num programa de residência.

Todas essas provas podem ser feitas em inglês ou francês, exceto o MCCQE2, que tem uma língua definida em cada província onde a prova será realizada. Cada uma delas tem uma taxa de inscrição salgada para nós, reles mortais que ganhamos em reais. Atualmente o MCCEE custa 1780 CAD, o MCCQE1 1206 a 1245 CAD, o MCCQE2 2470 CAD e o NAC 2390 CAD. Bem caro né…

Mas atenção: a partir de 2019 não haverá mais o MCCEE. O médico que desejar revalidar o diploma terá que fazer direto o MCCQE1. Acesse o site do MCC para maiores informações sobre essa mudança.

Como vocês podem ver, é um processo longo e caro. Difícil? Trabalhoso? Sim. Mas não é impossível. Requer muito foco e determinação. Está esperando o que? Inicie logo seu processo! Faça seu cadastro no Physicians Apply e comece a organizar seus documentos. Muitos dirão que é “impossível”. É possível sim! Persista!

Fonte: http://mcc.ca/ 

16 comentários em “REVALIDAÇÃO DO DIPLOMA NO CANADÁ – INFORMAÇÕES BÁSICAS

Adicione o seu

  1. Adorei a iniciativa, muito obrigada. Só uma dúvida, como médicos estrangeiros, obrigatoriamente temos que refazer residência para atuar, certo? E portanto, todas as provas?

    Curtir

    1. Oi Debora. Se você quer clinicar sim. Você também tem a opção de fazer um fellowship e obter uma licença específica pra atuar no hospital num determinado período. Você pode ter a sorte de ser convidada pra ficar, e então você continua com a licença pra atuar naquele determinado hospital. Mas não pode abrir consultório. A licença é específica pra atuar no local onde você foi contratada.

      Curtir

  2. Parabéns pelo Post. Foi de grande ajuda. Só uma dúvida. É só o médico estrangeiro que precisa fazer residência pra clinicar? Ou os nativos também precisam?
    E vc tem informação sobre visto? Preciso de visto pra fazer todas as provas?

    Curtir

    1. Oi, Diego.
      Nao existe resposta concreta,pq depende do estudo e background de cada um. Atualmente sao necessarias so duas provas para aplicar pra residencia: o MCCQE1 e o NAC. Dependendo do quanto a pessoa se preparar, da pra fazer as 2 provas em um ano. Mas a pessoa tem que estar bem preparada, pq sao provas complexas (e caras!).
      Lembrando que revalidar nao significa somente fazer as provas; tambem requer (re)fazer a residencia aqui, para ter uma licenca irrestrita para trabalhar como medico.
      Espero ter respondido suas duvidas.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: